segunda-feira, 29 de junho de 2015

Reunião de Autoridades sobre Povos Indígenas do Mercosul - RAPIM


Rapim Mercosul-Foto MarioVilela-Funai 5.jpgok
Foto: Mário Vilela/Funai
Entre os dias 16 e 17 de junho, a Funai sedia a RAPIM - Reunião de Autoridades sobre Povos Indígenas do Mercosul.


Criada em 2014, a Reunião de Autoridades sobre Povos Indígenas do MERCOSUL (RAPIM) é uma reunião especializada em temas relacionados à promoção dos direitos dos povos indígenas no marco do processo de integração regional. Com foco nos direitos territoriais, sociais e de cidadania, a RAPIM congrega os órgãos indigenistas dos países, bem como especialistas e representantes dos povos indígenas para avançar e subsidiar discussões de outras instâncias do MERCOSUL.

Rapim Mercosul-Foto MarioVilela-Funai 3.jpgok
Foto: Mário Vilela/Funai
Dentre os temas do plano de trabalho estabelecido na RAPIM durante a sua primeira reunião, em dezembro de 2014, existem ações voltadas ao acesso dos povos indígenas a seus direitos individuais e coletivos, ao enfrentamento do preconceito e do sub-registro civil de indígenas, à promoção de atividades e práticas sustentáveis das comunidades, à valorização da diversidade cultural e à criação de condições para a participação indígena, entre outras.


Além dos países membros do MERCOSUL (Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela), outros estados como Bolívia e Chile têm participado das discussões, com o objetivo de fortalecer os debates e aprimorar as contribuições da RAPIM ao bloco regional e o enfrentamento dos desafios aos direitos dos povos indígenas. Durante a programação da II RAPIM, que acontece em Brasília no mês de junho de 2015, também estão convidados representantes da Colômbia, Equador e Peru.


Índios Potiguara da Paraíba em Foco

Via: Funai